Carregando...
48 anos

Contadores experientes

Atuamos nos processos envolvidos a estratégias e projeto dos nossos clientes, adequando-os às necessidades reais e legais dos seus negócios e do seu mercado.

Quero abrir empresa Quero trocar de contador

Notícias

Notícia

Como fazer uma gestão de fornecedores focada em resultados?

Alguns empresários acreditam que o principal fator a ser considerado no momento de escolher um fornecedor é o preço abaixo da concorrência.

Alguns empresários acreditam que o principal fator a ser considerado no momento de escolher um fornecedor é o preço abaixo da concorrência. Ao pensar nisso, logo me lembro de um amigo que sempre diz que precisamos ter cuidado, já que o “barato pode sair caro”.

É claro que a gente quer economizar — afinal, isso é muito importante na gestão de um negócio —, mas se o preço mais baixo for sinônimo de problemas com entregas e qualidade dos produtos, por exemplo, é melhor avaliar direito o caso.

Por outro lado, além de escolher corretamente os fornecedores para sua empresa, é preciso construir uma relação de parceria e confiança com eles, não é? E isso requer uma boa estratégia de gestão de fornecedores.

Se você ainda não sabe como fazer essa gestão, acompanhe a leitura. Vou lhe contar tudo o que eu já aprendi sobre esse assunto.

O que é gestão de fornecedores?

Para início de conversa, você precisa saber do que se trata exatamente essa gestão. A expressão "gestão de fornecedores" se refere ao processo que controla as atividades operacionais realizadas entre a organização e seus fornecedores.

Gerenciar os fornecedores significa fazer avaliações frequentes para controlar a produtividade e reduzir custos operacionais no seu negócio. A ideia é que a empresa consiga usar de maneira estratégica os recursos para se tornar mais eficiente e lucrativa.

Os principais objetivos desse gerenciamento são: controle de custos, destino eficiente de recursos e coleta de informações úteis para as decisões estratégicas da empresa.

Quais são os benefícios dessa gestão?

Os empresários que adotam esse tipo de gestão conseguem perceber diversos benefícios no dia a dia. Entre eles, quero destacar alguns:

Previsibilidade de negócios e prazos

A boa gestão de fornecedores ajuda a reduzir riscos de falhas e atrasos. Isso porque, após a avaliação de cada fornecedor e o cadastro daqueles que atendem as necessidades da sua empresa, fica mais fácil saber com quem você pode contar.

Ao selecionar os prestadores que, de fato, conseguem atender sua empresa de maneira eficiente, o negócio fica mais previsível e começa a cumprir os devidos prazos. Caso haja uma falha de um fornecedor, você terá outras opções cadastradas para suprir a lacuna.

Negociação de preços

A tarefa de analisar, avaliar e cadastrar os fornecedores traz informações importantes sobre cada um, como as formas de pagamento aceitas, quantidades mínimas/máximas de produtos e prazos.

Com isso, o processo de negociação de cada um desses itens fica mais fácil e transparente, inclusive na possibilidade de reduzir preços e tornar o processo de compra mais vantajoso para ambas as partes.

Digo isso porque, conhecendo vários fornecedores, você poderá confrontar os preços dessas empresas, criando um tipo de disputa entre elas, que resultará em valores mais em conta para sua empresa.

Maior valor agregado ao seu produto final

Não dá para negar que a qualidade dos materiais adquiridos pelos fornecedores influencia diretamente o seu produto final, não é? Isso significa que a gestão de fornecedores reflete na qualidade e no valor agregado dos seus produtos/serviços.

Sabendo disso, se você pretende manter um padrão de excelência, é preciso cadastrar fornecedores que entreguem os melhores materiais para garantir bons resultados.

Como fazer a gestão de fornecedores?

Agora que você conhece essa gestão e a sua importância, chegou a hora de saber como fazer esse processo corretamente. Se eu fosse você, não sairia daqui sem entender bem essas dicas:

Tenha uma boa relação com os fornecedores

Claro que o seu propósito é conquistar vantagem competitiva sobre a concorrência e, para isso, você quer conseguir obter os melhores itens pelos menores preços. Por outro lado, nunca se esqueça de que a transação deve ser vantajosa para ambos os envolvidos.

Quando há um bom relacionamento entre comprador e fornecedor, fica muito mais fácil resolver problemas, e as chances de negociação são mais flexíveis. O resultado? Ganho de tempo e eficiência!

Estabeleça uma comunicação eficiente

Construir um bom relacionamento com as empresas é o que podemos chamar de “segredo do sucesso”. Isso vai demandar, antes de qualquer coisa, uma comunicação clara e frequente.

Por exemplo, sempre que o seu estoque apresentar deficit em algum produto ou excesso de mercadorias, o seu fornecedor deve estar atento para fazer a devida reposição ou não enviar determinados produtos. Para fazer isso, você pode contar com a rapidez das plataformas digitais.

Conheça os valores para saber negociar

Faz parte do seu papel entender os custos e valores envolvidos na cadeia de suprimentos. Assim, você consegue escolher fornecedores não apenas pelo preço mais baixo, mas também pelo melhor material e prazo de entrega.

Enfatizo esse assunto porque é realmente tentador comprar mais barato. Mas quando você entende os valores, consegue negociar sem deixar de enxergar que não vale a pena arriscar para receber produtos com defeitos e não satisfazer o seu cliente.

Planeje os objetivos da empresa

Não é novidade dizer que é fundamental que haja um alinhamento dentro da empresa sobre as suas metas organizacionais, certo? Isso precisa ser bem planejado para que a atuação de todos os setores, trabalhando em conjunto e em prol do mesmo propósito, seja para conquistar os melhores benefícios para o negócio.

Quando o assunto é gestão de fornecedores, vale ressaltar que as metas precisam ser viáveis, passíveis de serem atingidas. A partir daí, deve-se organizar os processos para viabilizar o que foi definido no planejamento. O fornecedor precisa estar ciente de quais são suas metas e o papel dele para que elas sejam alcançadas.

Além disso, eu não poderia deixar de dizer que considero válido o uso de um software de gestão para facilitar a vida dos envolvidos e o fluxo de atividades dentro da empresa.

Como deu para notar, a gestão de fornecedores precisa ser vista como uma ação estratégica na empresa, pois, além de facilitar a execução de suas operações, promove uma vantagem competitiva e resulta em melhores produtos/serviços aos seus clientes.

SAC DIGITAL WHASTAPP